Notícias

16/08/2018 10:37

Amamentar é dar vida. Confira dicas preciosas!

Chegou o agosto dourado, a informação é o melhor ganho quando o assunto é amamentação. O Papo de Obstetra pergunta: o que você sabe sobre amamentação?

Há grávidas que só dão real valor à amamentação quando o bebê nasceu e começa a sugar toda hora, a livre demanda. É aí que as recomendações dos  obstetras,  enfermeiras,  fisioterapeutas e as mães de parto serão valorizadas (muitas vezes tardiamente).

O Dr. João Félix preparou várias dicas úteis sobre o assunto. Confira:

Conhecendo os mamilos

Avalie sua mama no pré natal. Veja como é a constituição de seu mamilo, se normal, plano, protuso,  invertido.  Pergunte ao seu obstetra como pode prepará-lo para amamentar. Faça banhos de sol, diariamente, 10 minutinhos. Para fortalecer a pele da aréola mamária, principalmente em mulheres de pele muito clara, e em se tratando da primeira gestação. Na impossibilidade de realizar os banhos de sol,  uma dica útil é o uso de banhos de luz com lâmpadas de filamento de tungstênio. Os cremes são fundamentais? Não são obrigatórios, os cremes à base de lanolina podem contribuir para o sucesso por facilitarem a hidratação e a tonificação dos tecidos da aréola e mamilo.

A grávida tem leite?

Durante a gestação a produção de leite está inibida pela ação do estrogênio e da progesterona. Portanto, a grávida não tem produção de leite no período. Percebemos preocupação no final  da  gestação  porque ainda não tem leite. Agora você já sabe, é normal. Pouca secreção láctea é secretada a cada dia até o nascimento do bebê e nos primeiros dias de vida.

O colostro

O líquido reunido durante os últimos dias antes e nos primeiros dias após o parto é denominado colostro. O colostro, que contém essencialmente as mesmas concentrações de proteínas e lactose do leite, e quase nenhuma gordura.  A saída do leite se dá por conta do hormônio ocitocina. O leite precisa sair dos alvéolos para os ductos antes de o bebê sugá-lo. Umas dicas valiosas:  mantenha a calma, evite situações de stress, nervosismo...

O stress e amamentação

Os hormônios do stress vão agir inibindo a prolactina e dificultando a produção e descida do leite.  Crie um ambiente aconchegante, uma cadeira ou poltrona ou até mesmo um divã que possibilite a postura adequada para não criar vícios posturais, que geram dores e desconfortos. Procure criar um ambiente tranquilo, com música de relaxamento ou musiquinha de bebê... tudo isso favorece o sucesso na amamentação.

Pega correta

Procure aprender a pega correta. Qual o jeito correto para o  bebê abocanhar a aréola e o mamilo? Veja vídeos no – youtube – que demonstram como deve ser a pega correta do bebê. Por exemplo: https://www.youtube.com/watch?v=gAnNIMzGqaY  e  https://www.youtube.com/watch?v=OkwXM7vR0Qo

Procure descobrir a posição mais correta e confortável para amamentar. Existem a posição normal ou tradicional, posição de cavaleiro e posição invertida.

Amamentar gêmeos

Quais as recomendações na amamentação de gêmeos? Quando os dois precisarem mamar ao mesmo tempo, pode ser colocado um na posição tradicional e outro embaixo do braço, como se segura a bola de futebol americano. Outra posição seria os dois embaixo do braço, um de cada lado, e por último um bebê apoiando no outro. Recomendo que veja o vídeo:  https://www.youtube.com/watch?v=mp7VJgKnrX4

Cuidados com as mamas muito cheias

Procurar esvaziar as mamas. Não deixar ficarem muito duras, o que predispõe ao surgimento de mastite- inflamação da mama e até mesmo abcesso mamário (coleção de pus). Caso o bebê não consiga esvaziar todo o volume de leite mamário, pode ser útil a ordenha e esvaziamento ( manual ou com a bombinha de sucção)  coletando e acondicionando o leite e conservando em refrigerador ou congelador para preservar as qualidades nutritivas e biológicas do leite. A sobra de leite pode ser doada para os bancos de leite existentes no Hospital Julio Muller, Hospital Geral ou Santa Helena, em Cuiabá.

Quando retirar o bebê da mama – cuidar para não puxar muito o mamilo e traumatizá-lo. A fissura mamária pode ser ser um fator de dificuldades na continuidade e manutenção da amamentação.

Sempre após a amamentação colocar o bebê para arrotar. Mantê-lo em posição vertical, tipo apoiado no ombro, estimulando a eliminação do ar engolido com a sucção.

Existe leite fraco?

Outra dúvida frequente é se o leite está fraco. Normalmente o leite materno é nutritivo, contém todos os nutrientes necessários para o bebê nessa fase. É comum a preocupação com o fato do bebê mamar toda hora. No início o bebê vai procurar mamar muito devido ao fato da capacidade do estômago ser pequena, e vai dilatando aos poucos. Quando o bebê está crescendo e ganhando adequadamente o peso,  vai significar para o pediatra o sinal que o leite está adequado. Para aumentar o leite a mulher deve se hidratar bem, tomando muita água, água de coco, sucos, chás,  etc.

Quando a mulher não deve amamentar?

São raras as situações tanto maternas, quanto neonatais, que contraindicam a amamentação. Entre as maternas, encontram-se as mulheres com câncer de mama que foram tratadas ou estão em tratamento, mulheres HIV+ ou HTLV+, mulheres com distúrbios graves da consciência ou do comportamento. As causas neonatais que podem contraindicar a amamentação são, na maioria, transitórias e incluem alterações da consciência de qualquer natureza e prematuridade. São poucas as medicações que contraindicam a amamentação. Nenhuma medicação deve ser utilizada pela mulher no pós parto que está amamentando sem orientação médica.

Benefícios da amamentação para o bebê

Evita mortes infantis, diarreia, infecção respiratória, diminui o risco de alergias. Também diminui o risco de hipertensão, colesterol alto e diabetes, reduz a chance de obesidade.

Ainda é a melhor nutrição, dá efeito positivo na inteligência, sendo o melhor para o desenvolvimento da cavidade bucal.

Benefícios para a mãe

O grandioso benefício da amamentação é o aumento do vínculo afetivo entre mãe e filho.

Amamentar também dá maior proteção contra câncer de mama, evita nova gravidez, previne diabete tipo 2, câncer de ovário, câncer de útero,  hipertensão e doença coronariana, entre outras vantagens.

Há comprovação que a amamentação diminui os riscos de depressão pós parto.

Então, viu quantos benefícios da amamentação? 


Titulo fixo
Titulo fixo
Titulo fixo

Endereço

Rua Alberto Velho Moreira, 220
Bandeirantes
Cuiabá / MT

Telefones

65 3623-9135
65 99681-9135

Atendimento Imprensa

65 99972-8268

Titulo fixo
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo